You are currently browsing the tag archive for the ‘história’ tag.

Um rapaz, um porteiro  – a julgar pela roupa (impecavelmente passada, com vinco e tudo, parecia engomada!), no bairro típico carioca, de características fascinantes, numa esquina, entre a praia e a rua Prado Júnior; passeando com um yorkshire terrier. Tamanho 1 – pelos escuros, coleira vermelha, guia também.

Volta para o rapaz… ele sonha em ser acompanhante de cães em exposições de raças; de costas ortopedicamente eretas, o antebraço dobrado a 90º perfeitos em relação ao braço – a guia reta, retinha, sem puxar o cãozinho, que se esgueira na parede para tentar fazer um xixi! É macho… e o sinal abre e perco de vista os dois.

Deixo pra trás o porteiro sonhador – impecável – e o cãozinho que não tria a menor chance num concurso. Cachorro visivelmente amado, bem cuidado, passeando cedinho na calçada de cá da beira-mar.

Imagem

 

No post anterior disse que estava preocupada com a semana de provas que a minha filha vai enfrentar de 23 a 27 de março, agora, semana que entra…

Minhas preocupações não são resumíveis, para dizer a verdade, elas passam do nível de preocupações da avaliação, até mesmo com preocupações do que será a vida dela no futuro.

Não sei se já contei, sou professora, por tanto sei o que é dia de avaliação, prova ou teste… já tive alunos que choravam durante a prova inteira, já tive casos de crianças que comem os lápis depois de terem comido as unhas e também já tive (e fui um desses tipos) que tiram uma soneca durante o tempo regulamentado… sei que existe gente de todo tipo e crianças de variadas formas.

Sei que de certa forma, essa minha preocupação é uma má avaliação do meu poder de criação, um tipo de baixa estima nas minhas habilidades maternas (já tenho assunto para mais um post)… acho que não estou estudando o suficiente com a minha criança.

Por um outro lado, tenho dificuldade de enxergar o crescimento da criaturinha que eu gerei com tanto cuidado – sabe aquele papo de eu poderia ter feito melhor – acho a minha fofura infantil demais, frágil demais e mimada demais.

Ainda tem esse novo conceito de ensino fundamental que aboliu o C.A. e o torna a primeira série… portanto a Eva está na terceira série (antiga segunda), mas isso não entra no meu cérebro mal criado, que acha que ela está numa das piores séries do antigo 1ºgrau… uma das mais difíceis.

E na verdade, estudando ou preparando o estudo, vejo que a matéria é bem difícil… português, hiatos, ditongos, tritongos… matemática, estão nas unidades de milhar, figuras tridimensionais, contas de mais e menos, busca dos minuendos e subtraendos… história, brasil pré-colonial… ciências, astros, rotação e translação, fases da Lua… geografia, acho que é o mais light, paisagem humanizada e natural… ainda tem inglês, uma mistura de cores e animais, rsrs…

Ai caramba, estou revivendo meus dias de colégio…

Não quero nem ver os resultados – não aguento esperar pelos resultados… ai que dúvida.

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 514 outros seguidores

Visitas

  • 31.023 chás e cafezinhos servidos

Atualizações Twitter