You are currently browsing the category archive for the ‘Opinião’ category.

Tenho vidas em minhas mãos, responsabilidades e desafios, me dedico a elas a 10 anos e estou perdendo.

Perdendo para o mundo, tão mais feroz e divertido do que a sala de aula, perdendo o real para o imaginário ou virtual.

Me sinto culpada, pelo cansaço da minha mente intransigente quanto a importância da educação; por não criar facetas, truques e artimanhas para seduzir o jovem, leva-lo a paixão pela escola e mante-lo encantado pelo conhecimento por vir;

Tudo é tão chato, tão inatingível, tão virtual, mais virtual do que o “amigo” do chat que só conheço por apelido.

A escola, a sala de aula, o professor, o conhecimento… tudo isso é tão insosso .. Como numa cozinha ricamente aparelhada, recheada de bons ingredientes, um chef cheio de técnicas, mas sem sal.

Perdi o sal para o magistério, não só o sal como também o açúcar e a mão… perdi o tesão.

Em toda relação existem os altos e baixos, mantendo o jogo da conquista, devo estar insuportavelmente feia, desinteressante, já que me sinto posta de lado, abandonada – cheia de ideias e teorias e expectativas para melhorar as condições, travada pela instituição ultrapassada da educação.

Estou redigindo minha carta de demissão, me lembrando de cada ano letivo, cada aluno interessante, cada momento alegre e os frustantes.

Sentirei saudades? Agora temo que não, mais sei que vou.

Vou continuar flertando, de longe, com a educação, de casa, cuidando da minha filha; rios caudalosos estão por vir, vou manter distância agradável e sadia, remoendo e reclamando a cada dia “tudo pode ser ensinado melhor”!

 

Anúncios

Relacionamentos são difíceis, amizades são processos obsessivos;

Tenho dificuldades em gerenciar o tempo para satisfazer as minhas necessidades fraternais.

Não me lembro de ter aprendido o tempo verbal imperativo, estranho?

Não acho, para dizer a verdade não me lembro de ter aprendido uma série de coisas que hoje em dia minha filhote de 11 anos está aprendendo na escola; e qual a importância disso?

Será que é porque nunca foi útil na minha vida então esqueci?

E o saber não sabendo?

Ter um conhecimento espontâneo .. aquele que surge do do que já sabemos e completamos com os conceitos preexistentes mas totalmente inédito, novo, original? E depois conferir e tudo que você “formulou” já foi comprovado e é correto… tão gratificante.

Homens e mulheres vivem tentando amenizar as más reações masculinas dizendo que o pênis pensa por si só, que é mais um cérebro masculino e que comanda o cérebro anatômico corretamente dizendo…

Tá e a mulher não tem tal segundo cérebro? Tem sim e vamos deixar a hipocrisia de lado, o segundo e comandante cérebro feminino é o cabelo… é isso mesmo, você leu direito…. não, não é a vagina, é o CABELO…

Conheço uma série de mulheres eu inclusive que já desejou que o poder dessa parte de nosso corpo fosse menos importante…

Tá, toda  essa ideia –  sem acento e isso é ridículo – surgiu num embate pessoal entre eu e os meus dois pufes que resolveram atormentar a semana inteira atrás das minhas orelhas quebrando totalmente o sentido estético do meu corte de cabelo!

Para situar o leitor: Todo diálogo abaixo se passa no meu cérebro, eu comigo mesma – no estilo Me, myself and Irene e algumas participações muito especiais do maridão.

– Quero um carro novo!

– Ok, beleza e aí?

– Vamos aproveitar o IPI menor e realizar a nossa vontade!

– Certo e por onde a gente começa?

– Que carro eu quero? Qual atende as nossas necessidades?

– Qual carro não quero ter de jeito nenhum? Qual eu quero que podemos pagar?

– Pagar? Com assim pagar? Ih, é mesmo! Precisa pagar!

– Carro nenhum então!

– Quero um carro alto… imponente!

– Pode ser qualquer um, até dos mais baratinhos desde que não seja 1.0 nem um kinder ovo!

– Japonês? Francês?

– Fabricado no Brasil para ter um IPVA menos caro!

Então recebi uma nova informação que até agora não me lembrava – COR !

Meu marido descobriu sei lá onde e se a informação é segura que carros vermelhos tem seguro mais barato porque são mais fáceis de encontrar em caso de roubo e recuperação!

– Imagina um verde-alface? Mas nem todos os carros podem ser de qualquer cor, pode?

Vamos começar a visitar concessionárias então…

Lista e comentário dos carros e do atendimento:

Nissan – Gostamos tanto do Livina (fizemos até testdrive) quanto do Tiida… atendimento 10, fui sozinha com a minha filha e fui bem atendida.

Hyundai – Queria dar uma olhada no Tucson… mas ninguém me atendeu na loja… fui solenemente ignorada eu e a criança… me deixaram perambulando tentei chamar a atenção do atendente em vão, nem consegui olhar o interior do carro… atendimento 0.

Renault – Duster querido… quero te levar pra casa, como é bonitinho e ALTO! Quero!!! Atendimento meia boca 5, estou começando a achar que os vendedores são machistas e acham que uma mulher sozinha não compraria um carro, pra que então tratar bem?

Ford – New Fiesta… se fossemos um casal sem filhos, cachorro, porquinho-da-índia, lesma de alface… e principalmente se a janela de trás fosse um pouco menos provocadora de enjoos na criança… ela é muito alta em relação ao chão… seria um show de horrores de vômitos…

Renault (de novo – acompanhada… faz uma diferença no atendimento) Até que rola um Sandeiro Stepway mas não muito… Duster querido 4X4 te apresento ao meu marido…

Nissan (de novo – para ver e ter certeza que ficamos em dívida) – Versa, epa esse a gente não tinha olhado antes, que espaço interno, que tamanho de porta-malas… que acabamento e detalhes pobrinhos… Ah! decepção, vamos olhar de novo o Livina 1.8 automático (querido da criança), Tiida 1.8 mecânico completão… queridinho do maridão…

Resumo da ópera:

Não sei… não posso… não quero mais… Quando?… Esse não dá…

Vamos olhar os Citroën, os Peugeots? E as fábricas tradicionais? FiatVWChevrolet? Sempre quis um Golf ou um PT Cruiser… e, meu carro atual foi ridiculamente avaliado em menos que uma Honda Biz

Se eu tinha alguma dúvida sobre a minha insanidade, agora tenho certeza!

Esse post só é a expressão da minha opinião, não ganhei nada de nenhuma montadora ou loja ou qualquer pessoa para escrever o que escrevi… então não fica achando que  quero te influenciar, não é nada disso… até mesmo porque nem eu consegui me convencer de nada até agora!

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 514 outros seguidores

Visitas

  • 30.815 chás e cafezinhos servidos

Atualizações Twitter

Anúncios